mundotecnologiconet
Just another WordPress.com site

jan
18

O Windows Media Center, como o nome sugere, é uma central de mídia disponível nas versões Home Premium, Professional e Ultimate do Windows 7. Arquivos de música, imagem e vídeo ficam centralizados no programa para serem explorados de forma simples e organizada.

Para utilizá-lo, porém, é necessário uma placa de vídeo potente e compatível. Se o seu computador é modesto e/ou você não usa o programa, ele pode estar apenas ocupando espaço no HD. Caso esta seja a sua situação, nesta dica mostraremos como desinstalar o Windows Media Center no Windows 7.

Passo 1. No “Painel de Controle”, clique em “Programas”;

Passo 2. Em “Programas e Recursos”, clique em “Ativar ou desativar recursos do Windows”;

Passo 3. Expanda a categoria “Recursos de Mídia”;

Passo 4. Desmarque a opção “Windows Media Center”;

Passo 5. Clique em “Sim” para continuar;

Passo 6. Clique em “OK” e aguarde alguns minutos até que o processo termine;

Passo 7. Para finalizar, clique em “Reiniciar agora”.

Anúncios
jan
18

Você investiu um bom dinheiro, provavelmente um valor de 4 dígitos, em seu notebook há pouco mais de dois anos e ele já apresenta problemas de desempenho. O boot demora, o seu navegador está lento, mas você não quer comprar outro equipamento agora. Há algumas coisas que você pode fazer para ganhar mais um fôlego e usá-lo por mais um tempo, afinal, foi um investimento considerável o que você fez. Infelizmente, você não vai conseguir ter um ganho considerável de desempenho sem colocar a mão no bolso, mas de qualquer forma será melhor do que ter que comprar um totalmente novo.

Passo 1: Faça uma limpeza geral

Nada de apenas limpezas com softwares que apenas excluem arquivos temporários e limpam o registro. Reinstale o sistema operacional e os aplicativos. Sim, o famoso “format c:” é a primeira medida que você deve tomar. O fato é que, com o uso, o sistema vai acumulando um monte de lixo, além de softwares que você raramente usa ou até mesmo que não usa há muito tempo. Apagar tudo e instalar novamente faz com que o seu notebook fique como ele chegou da fábrica.

Passo 2: Aumente a memória

Um bom processador sem memória para trabalhar é como ter uma Ferrari no trânsito de São Paulo: você tem potência, mas sem espaço para utilizá-la. Portanto, o problema de desempenho de seu laptop pode ter origem ai. Verifique o quanto de memória você tem, se há espaço disponível para um upgrade e o faça. Uma boa forma de fazer essa verificação é com o CPU-Z (baixe o programa pelo BaixaTudo), software que permite ver quanto de memória você tem, quantos slots (encaixes) estão livres ou utilizados, além de dados de sua placa-mãe e processador. Mas não é necessário exagerar: a maioria dos usuários comuns não precisam de mais que 4 gigabytes de memória RAM.

Passo 3: Dê preferência para sistemas operacionais e softwares de 64 bits quando possível

Atualmente, muitos softwares e sistemas operacionais nos dão a opção de versões em 32 ou 64 bits. Se o seu processador pode operar em 64 bits e você tem softwares que podem ser instalados nessa versão, faça-o. Um sistema operacional de 64 bits é capaz de transportar mais informação a cada “viagem” do que um de 32 bits. Portanto, serão necessários menos acessos do processador às memórias e ao disco rígido, tendo assim um ganho de desempenho.

É importante avisar que, dependendo da quantidade instalada, você só conseguirá tirar total proveito de suas memórias novas com um sistema operacional de 64 bits instalado. Sistemas de 32 bits têm uma limitação de só conseguir trabalhar com até 3,2 gigabytes de memória RAM. Portanto, se você instalar 4 gigabytes e um sistema de 32 bits, uma parte do seu investimento será perdido. Para ter 4 GB ou mais de memória instalada, é primordial ter um sistema operacional de 64 bits

Passo 4: procure um disco SSD para seu laptop

Esse será a melhor opção de upgrade para 2011. Com o barateamento dos discos SSD (solid state drives), eles se tornarão uma opção mais viável e recomendável que os discos rígidos mecânicos atuais. Eles têm um desempenho melhor, pois o acesso aos dados armazenados é feito de forma eletrônica, enquanto nos discos rígidos convencionais esse acesso é feito de forma mecânica, em que uma agulha tem que varrer os discos em busca dos dados.

Além do mais, por questões de aquecimento, os fabricantes de laptops optam por discos rígidos de 5400 rotações por minuto (RPM), que aquecem menos, porém são mais lentos (em computadores desktop, esses discos costumam ser de 7200 ou 9600 RPM). Mas com um disco SSD, você sentirá um ganho enorme no desempenho. Além do mais, discos SSD não esquentam, são mais leves que os convencionais e não produzem ruídos. Por esses motivos, este será o seu melhor investimento no upgrade.

Passo 5: uma dica pessoal – finja que esqueceu de fazer backup

Sim, essa é uma grande dica que posso deixar. Ao reinstalar o sistema operacional, sabote-se, finja que se esqueceu e não faça backup. Certamente, grande parte daquilo que você acumulou no seu laptop desde a compra é de coisas que não irão fazer a menor falta para você. Aprendi isso com um professor, já fiz e nunca me arrependi. Você eliminará todo aquele lixo e inutilidade que não irá voltar mais. E ainda te dará espaço para acumular um lixo novinho em folha.

jan
18

Comissão questiona um suposto favoritismo exercido pelo Google nos resultados das pesquisas feitas

A Comissão Europeia, que suspeita que o Google manipula os resultados das pesquisas feitas pelos internautas, enviou seus primeiros questionários dentro da investigação por abuso de posição dominante, informou nesta quarta-feira, 5, o jornal francês Le Figaro.

Os formulários foram enviados pouco antes do Natal e contêm cerca de cem perguntas que a empresa deverá responder. Mais precisamente, a Comissão questiona um suposto favoritismo exercido pelo Google nos resultados das pesquisas feitas.

No final de novembro, a Comissão Europeia abriu uma investigação formal depois de receber queixas dos provedores concorrentes de serviços de buscas on-line.

Estes acusavam o Google de favorecer seus próprios serviços e de prejudicar outros, em seus resultados de buscas tanto pagos quanto gratuitos.

jan
18

Três companhias aéreas terão modelos que voam 85% da velocidade do som, carregam até 100 mil quilos e cobrem uma distância de 11 mil quilômetros

 

 

 

 

Recentemente a NASA pediu à Lockheed Martin, Boeing e à Northrop Gurmman para projetar os seus aviões do futuro.

Embora os projetos sejam diferentes entre si, todos devem seguir certos requisitos, entre eles, fazer menos barulho, usar tecnologias sustentáveis e consumir menos combustível. Além disso, todos precisam voar até 85% da velocidade do som, cobrir aproximadamente uma distância de 11 mil quilômetros e transportar entre 50 a 100 mil quilos, sejam passageiros ou cargas. De acordo com o site Dvice, provavelmente estes designs devem começar a aparecer apenas em 2025, mas a NASA deve apresentar os protótipos dos aviões às empresas no final de 2011. É só aguardar!

jan
18

Welcome to WordPress.com. This is your first post. Edit or delete it and start blogging!